...E A ÁGUIA VAI À CAÇA!

O GOVERNO DIZ NÃO AOS METROVIÁRIOS PELA SEXTA VEZ EM 30 ANOS. CHEGA!!!!

VISÃO AMBÍGUA.

O ministro Sérgio moro edita portaria 739; no bojo dela uma discrepância de quem passa uma imagem, de quem pouco conhece instituições e suas competências, no caso das polícias elencadas no ART 144 cf 88.

Quer ele, ampliar poderes da polícia rodoviária federal, para exercer funções de polícia judiciária; descabida pretensão, haja vista que constitucionalmente ela se destina ao patrulhamento das rodovias federais.

Não bastasse isso, quer a atuação da PRF em qualquer área pública do país, inclusive as ferrovias, onde as atribuições são delegadas à. polícia ferroviária federal pela constituição. O ministro, não se dá conta que a PRF tem um déficit de 8000 homens, e por conta disto, presta um serviço precário em sua área de atuação, além disto, pretende colocar a PRF inclusa nas tribuições da PF, coisa que os delegados não admitem.

Acrescento ainda: a referida portaria dispõe sobre a atuação da PRF no âmbito de investigações e inteligência

Volta para o judiciário ministro!!!

O STJ PODE BATER O MARTELO, NA MESA DO MORO

Estamos ultimando tratativas com o MPF e MJSP para eventual acordo. Estamos prontos e preparados para possível enfrentamento em mesa de negociações. Uma vez que já houve uma pre-conciliacao com a AGU, deve haver uma vontade política por parte do executivo federal, em cumprir sua obrigação de fazer como bem se refere concessão feita pelo trf5.

Com as recorrentes esquivas do presidente e seu subordinado ministro da justiça, apesar da palavra empenhada aos pffs, acreditamos mais e com certeza, no martelo do ministro do STJ, Gurgel de Faria.

Como sempre apregoamos, a entidade que irá representar os pffs, deve estar legalmente constituída e trilhando caminhos oficiais, pois conversa em questões constitucionais de nada valem, o que vale são as cláusulas insertas na constituição.

Tanto a Advocacia Geral da União e Ministério Público Federal, através do titular na ACP/PE, com concordância da ANAPFF, deverão promover a separação do joio do trigo, para que constitucionalmente, se tenha uma negociação saudável, para o país e os substituídos processuais; o tempo urge e a tutela de urgência vem aí!
ANAPFF.

Nota:

Todos os PFFs, aposentados, ativos e pensionistas que são associados da anapff, os quais pertencem aos substituídos processuais contidos na ação civil pública em Pernambuco, estão amparados jurica e administrativamente.

Qualquer processo versando sobre os substituídos, é mera falácia, pois ainda não foram devidamente reconhecidos não cabendo qualquer tipo de processo.

Todos os associados que aderiram à anapff, delegaram-lhe poderes para representá-los revogando qualquer procuração anteriormente concedida.

Não há portanto, a necessidade de pagarem qualquer tipo de honorários à mercenários de plantão.

Anapff

ELEIÇÕES ANAPFF 2019

Chapa da situação,

"RUMO A VITORIA "

Apresentamos chapa para concorrer às eleições de nova direção da Associação Nacional dos Policiais Ferroviários Federais, como determina o edital de convocação de assembleia geral no dia 28/09/2019.

PRESIDENTE
Carlos Romeu Alves Antunes...RS
Vice presidente
Cipriano Gil Alcon ...RJ
2° vice presidente
Gelson Martins...RS

SEGRETARIA GERAL
Esmeraldina Leozina Ferreira...RJ
1° secretário
Felipe Brito ...RS
2° secretário
Luiz Carlos de Lima...PR

DIRETOR D PATRIMÔNIO

Antenem O Martins...PR

DIRETOR ADMINISTRATIVO

Elbio Bento...RS

DIRETOR SOCIAL
Valterlei José da Silva...RJ
Rita de Cassia Alves da Costa...RJ

DIRETOR DE RELAÇÕES PUBLICA
Jonas Pereira Ribeiro RJ

A.JURÍDICO
Vanderlei Martins Rutiliano...RJ

TESOUREIROS

Marcos Aurélio Pereira Nunes...RS
Osvaldo Ribeiro Soares...RS

CONSELHO FISCAL

Clodoveu Lima... RS
Carlos Carvalho Paulo... RS
Fernando Fernandes de Almeida... RJ
Messias M Escóssia... SP
Edemir Tiecher... RS


SUPLENTES


Alvir Pendiucki... PR
Pedro F Melo.... PE
Edson de Oliveira Morais... RJ
Lenine M da Silva AL
Ecio Antônio Conceição Jesus... BA