Era fraude em cobrança de honorários adiantados sem a contrapartida; Era fraude contra a constituição em art de lei; Era fraude mancomunados com políticos desonestos; Fraude nas ditas agora nós falamos com Lula, que agora vamos para a PRF, que agora vamos para a PF; Fraude em reuniões com a sacolinha sem fundos; Fraudes em fotos com políticos sem nada a dizer; Conversa fiada com tal PEC; Fraude com posturas como se do direito fossem; Fraudes em fotos várias apresentadas semana após semana para dizerem que estão trabalhando, quando realmente estão na praia e os enganados contribuintes vá jetons! Os Policiais ferroviários Federais não mereciam isto! Agora os PFFs querem ver o último capítulo da novela 171 que certamente irá ao ar muito em breve, com os atores fraudadores sendo responsa bilizados; No mesmo momento, todos verão o DPFF sendo reativado e os PFFs reconhecidos e seus direitos garantidos.

ANAPFF REALIZAÇÕES 2016

A) Elaboramos levantamento sobre ferrovias, fronteiras, quanto somos, áreas as serem policiadas, sugerimos, opinamos e solicitamos; Ao Ministério da Justiça, Planejamento.

B) Discutimos e visitamos alguns secretários no MJ que participaram da ciranda governativa; incansavelmente repetimos as visitas, palavras, sugestões, solicitações e opiniões.

C) Fomos convidados como membros da LOSP, Lei Orgânica de Segurança Pública e finalmente a PFF vai ter voz.

D) Entregamos documentos em mãos ao assessor do Ministro Elideu Padilha da casa civil, para que cientificasse o presidente da república sobre nossa situação.

E) Estivemos no COCIT, Comissão de Combate aos Ilícitos Transnacionais, entregamos documentos e exigimos participar do comitê, juntamente com Polícia Federal, Rodoviária Federal e Força Nacional.

F) Realizamos reunião no Rio de Janeiro, onde encontra-se o maior efetivo de PFFs, unimos a categoria e reformamos o estatuto da anapff.

G) Através de tratativas com deputados federais, elaboramos nossa lei orgânica para posterior aprovação no congresso nacional, colocamos a PFF na nova redação do art 144 cf 88; Na lei 193 com vistas ao subsídio de risco de vida; A PFF está elencada na LOSP e já faz parte da segurança pública nacional.

H) Estamos negociando com a Advocacia Geral da União, com vista a exigir o cumprimento das decisões judiciais.

I) Promovemos a separação do óbice da mistura e reconhecendo direitos de quem tem, segundo o Ministério Público Federal.

J) Fomos ao CNJ e STF e solicitamos celeridade nos trâmites da ACP/PE e ADI 4708.

K) Estamos em franco cadastramento de PFFs e associados com vistas a reativar o sindicato nacional.

L) Estamos em necessária tratativas com nossos advogados, que trabalharão segundo as aspirações dos PFFs, buscando seus direitos e indenizações.
Fizemos todo o possível, não medimos sacrifícios para chegarmos onde estamos, agora limpos e coesos em busca de um objetivo comum; Agora as coisas irão acontecer a contento, pois vem aí o pronunciamento do judiciário e hoje ou no amanhã bem próximo, beberemos na taça da vitória.
Bem aventurados os homens de ferro que não perderam a fé; Deus nos deu a ANAPFF que caminha corretamente em observância aos substituídos processuais. 

O mais importante: Os PFFs estão unidos em todo o Brasil, voltaram a acreditar e ter esperanças renovadas e a certeza de que seráo finalmente reconhecidos, e ter seus direitos garantidos.

ANAPFF

Entrega de documentos para que o assessor do Ministro Eliseu Padilha, Dr Krause, dê-lhe ciência do que está ocorrendo no âmbito das negociações PFF e MJ.

Hoje Sexta-feira, estivemos presentes no Ministério da Justiça, onde fomos recebidos pelo Dr Agostinho Neto, assessor do ministro da justiça, e pela nobre Dra. Magda Fernandes.
Acabamos de sair da gráfica do senado federal, onde fomos bem atendidos pelos seguranças legislativos, que prontamente nos acompanharam, indicaram e ainda entregaram nossa solicitação. Nós conseguimos 2 exemplares de nossa constituição, por meio de orientações e encaminhamentos do Ministério da Justiça

Tem que chegar chegando, e representando os Policiais Ferroviários Federais de todo o Brasil. Todo o crédito à ANAPFF.

Aguardando na ante-sala, horário de audiência com Dr Agostinho, assessor do Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

Secretaria no Comitê de Combate aos Ilícitos Transnacionais(COCIT), recebendo das mãos do presidente da ANAPFF, contribuição policial e investigativo da Polícia Ferroviária Federal, para composição de membros para futura reunião dos órgãos de segurança pública, elencados no art 144 da constituição federal.